Programa Jovens Compositores abre dia 11 e conta com participação de autor moçambicano

CULTURA

A edição deste ano do programa Jovens Compositores, orientada pelo compositor Luís Tinoco, inicia-se no próximo dia 11, com três criadores, entre os quais o moçambicano Estêvão Chissano, anunciou esta quarta-feira o Teatro Nacional de S. Carlos (TNSC).

O projecto “tem por objectivo potenciar o espírito colaborativo de três jovens compositores, no processo de criação musical, proporcionando-lhes experiências de trabalho em contexto profissional, que cruzam a criação musical com outras expressões artísticas”, adianta o comunicado do TNSC.

Este ano, entre os três compositores está, pela primeira vez, um não português, o moçambicano Estêvão Chissano, do Projecto Xiquitsi, que se junta a Inês Madeira Lopes, da Escola Superior de Música de Lisboa, e a Carlos Lopes, da Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE), do Porto.

A participação de Estêvão Chissano “está integrada na estratégia dos Estúdios Victor Córdon e resulta de uma parceria com o Instituto Camões-Centro Cultural Português de Maputo”, segundo o TNSC. “O trabalho desenvolvido pelos compositores ao longo de três semanas”, nos meses de Janeiro, Março e Maio, nos Estúdios Victor Córdon, em Lisboa, “com diferentes enfoques e cruzamentos artísticos, resultará num espectáculo no São Luiz Teatro Municipal”, nos dias 10 e 11 de Julho.

A apresentação ao público é mais uma componente do programa, ao adicionar o processo criativo à experimentação em palco.