Jaime Neto renova ultimato a Mariano Nhongo

DESTAQUE POLÍTICA

Nyongo está em fuga e não há registo de ataque desde 11 de Janeiro

O Ministro da Defesa, Jaime Neto, mesmo sem dar prazos, lançou, hoje, um um novo ultimato ao líder da Junta Militar da Renamo, Mariano Nhongo, pedindo que o mesmo abandone as matas e se entregue às Forças de Defesa e Segurança (FDS).  

Actualmente, o líder da autoproclamada Junta Militar da Renamo, Mariano Nhongo, encontra-se, de acordo com Neto, em fuga devido ao trabalho levado a cabo pelas FDS na zona centro do País.

 “A situação na zona centro e norte é preocupante porque ainda não conseguimos desmantelar completamente todos os focos que ameaçam a estabilidade do País e da população. Na zona centro estamos no encalço de Mariano Nhongo e a situação actual é de domínio de todos. Há movimentações de fuga, mas não para contrariar a ofensiva das FDS”, disse Neto.

As FDS estão no comando das operações, contudo ainda não conseguiram capturar o cabecilha da Junta Militar. O Ministro da Defesa Nacional, mesmo ser dar prazos, exorta o líder do movimento a se entregar enquanto há tempo.

“Apelamos dia e noite para que Nhongo e o seu grupo se entreguem. Só desta maneira podem contribuir para a estabilidade nacional. Se ele se render será bom para todos e se não o fazer usaremos todos os meios para o capturar. Não vou estipular prazos, mas vamos continuar a trabalhar e brevemente haverá resultados”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *