José Domingos é o homem que se segue em substituição de Daviz Simango

POLÍTICA

O Secretário-geral do MDM, José Domingos, é o segundo da lista que elegeu Daviz Simango à presidência municipal da Beira. De acordo com a lei nº 6/2018 de 03 de Agosto, que estabelece o quadro jurídico-legal para a implementação das autarquias locais, resultante de entendimentos alcançados entre o Governo e a Renamo, no caso do impedimento permanente, o Presidente do Conselho Municipal é substituído pelo número dois da lista.

“O Presidente é substituído pelo membro da Assembleia Municipal que se seguir ao cabeça-de-lista do partido político, coligação de partidos políticos ou grupo de cidadãos eleitores que obteve maioria de votos”, lê-se no artigo 58 da lei que reforma à legislação referente à implantação das autarquias locais, bem como modelo de eleição dos titulares das autarquias, colocando o Presidente do Conselho Municipal o cabeça-de-lista do partido político, coligação de partidos políticos  ou grupos de cidadãos que obtiver maioria dos votos nas eleições municipais.

No caso da lista do MDM na cidade da Beira, José Domingos, secretário-geral daquele segundo partido da oposição, consta como o segundo da lista, a frente do Albano Carige e Sande Carmona, que estão em terceiro e quarto lugar, respetivamente. Domingos, foi eleito secretário-geral do MDM emAbril de 2018, durante o decorrer da II Sessão Ordinária do Conselho Nacional. E desde lá, passou a fazer parte da Comissão Política do MDM.

Na sua comunicação esta segunda-feira, José Domingos pediu calma aos militantes e apoiantes, sublinhando que “a dor é grande” com a morte do líder e fundador do MDM.

Moçambique perdeu “um grande homem” que “estava a fazer a sua parte para o equilíbrio da democracia no país”, frisou. O dirigente considerou inoportuno debater a sucessão de Simango, pedindo “calma” aos membros e simpatizantes da força política.

Fora do discurso oficial, é preciso lembrar que o MDM foi fundado numa base familiar, o que pode abrir espaço para muito barulho na eleição do novo presidente do partido. Lu￾tero Simango, irmão do falecido, é a fi gura mais provável na presidência do MDM, mas para chegar lá há desafi os previsíveis, dos membros que nunca aceitaram a ideia do MDM ser um regulado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *