Vilankulo assume desafios de categoria de cidade

SOCIEDADE

Celebrou-se, no passado dia 25 de Fevereiro do ano corrente, o primeiro aniversário de vilankulo à categoria de cidade. O Conselho Municipal iniciou com o processo de elaboração de um dossier com critérios de pedido de elevação da Vila de Vilankulo à categoria de Cidade. Este documento, com as devidas alterações revistas em 2015, pelo Decreto n° 20/2015, de 4 de Setembro, surtiu efeitos desejados no ano de 2020.

Através da Resolução n° 16/2020, de 5 de Março, do Conselho de Ministros, a Vila de Vilankulo foi elevada à categoria de Cidade, celebrando assim, o seu primeiro aniversário em 25 de Fevereiro de 2021.

Foi um dia de exuberância, festa e alegria para todos os munícipes, pelo facto de o sonho de cidade ter-se concretizado. A nova roupagem no exercício da inclusão de governação foi a estratégica mágica de aceleração de engajamento de vários actores sociais para um objectivo comum, o de desenvolver a cidade.

De acordo com o edil de Vilankulo, WilliamoTunzine, a elevação da vila à categoria de cidade foi uma vitória de um combate iniciado por seus antecessores e que promete tornar a cidade cada vez mais atractiva, inclusiva e uma referência continental na área de turismo, a bandeira de Inhambane.

Para marcar o dia, foi reabilitado e ampliado o sistema de abastecimento de água, o que vai incrementar a capacidade de abastecimento do precioso líquido para 80% das famílias da Cidade de Vilankulo. Para o efeito, foram instaladas duas bombas submersíveis, com capacidade de 42m3 no sistema de água de Inhajusse, enquanto para recolha de residios sólidos foram adquiridos e alocados, nos mercados e nas vias públicas, 15 contentores com capacidade de 670 litros cada.

Outras acções de destaque são a reabilitação e ampliação da subestação de energia Eléctrica, que vai permitir que numa primeira fase sejam feitas 5000 novas ligações de energia eléctrica, o que, cumulativamente, significará uma cobertura em 70 por cento.

No que tange aos desafios, está, como destaque, o incrementar da cobrança doImposto Predial Autárquico (IPRA), como forma de melhorar a arrecadação de receitas próprias, alargar e actualizar a base dos contribuintes de taxas e impostos autárquicos; continuar com os trabalhos em curso, de melhoramento da qualidade da rede de abastecimento de água e de fornecimento de energia eléctrica.

O turismo é a bandeira para o desenvolvimento local e, para o efeito, a edilidade daquela cidade reitera a promessa de tudo fazer para que Vilankulo seja um destino turístico preferencial, aliás, no fim do ano de 2020, o município foi classificado como o primeiro destino turístico a nível do continente africano.

“Este é um motivo de orgulho e esperança para os munícipes, que têm o seu saber cultural e hospitaleiro, factores atractivos aos turistas”, disse Tunzine. (Jossias Sixpence)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *