Franceses vieram para ficar: Air France vai voar para Maputo a partir de Junho

DESTAQUE SOCIEDADE

 

Enquanto a multinacional Total mantém-se em silêncio absoluto após retirar todos os seus homens na sequência do ataque em Palma, os ventos franceses agora sopram dos céus. A partir de Junho próximo, a Air France vai operar voos entre Paris e Maputo, com escala em Johanesburgo.

Os voos franceses, país de onde é oriunda a Total, principal operador da Área 1 da Bacia do Rovuma, vão ter uma periodicidade bi-semanal, segundo revelou o embaixador francês para Moçambique e eSwatine, David Izzo.

Inclusive o cônsul francês adianta os horários dos voos que terão uma duração de quase 14 horas, partindo as 23h25m de París e o desembarque em Maputo as 13h10m, aos Domingos e Quintas-feiras. O movimento Maputo para Paris será feito às segundas e sextas-feiras, com partida às 15h45m e chegada às 05h45m.

“Junte-se a uma nova opção de se render a #Moçambique com @airfrance e, de #Maputo, venha para França e aproveite o hub #CDG. Mal posso esperar”, destacou o embaixador David Izzo, numa publicação na rede social Twiter.

Certamente, os voos París-Maputo e vice-versa foram pensados tendo em conta o principal interesse da multinacional francesa Total, que prepara-se para explorar gás natural. Apesar da incerteza em volta do projecto, devido ao abandono, tudo indica que a qualquer momento as operações serão retomadas.