Produção de Txilar e Heineken confiada à mulher Moçambicana

ECONOMIA SOCIEDADE

Celebra-se hoje, 07 de Abril, o dia da Mulher Moçambicana, em homenagem a Josina Machel, combatente de libertação Nacional e primeira esposa de Samora Machel, pela sua bravura, determinação e dedicação em prol da independência de Moçambique.

Esta data é um marco na emancipação da mulher, na igualdade de género na participação activa nos diversos sectores sociais. A moçambicana Adelaide Muthemba é um símbolo de superação de barreiras ao desenvolver a sua carreira profissional na indústria cervejeira. Formada em Engenharia bioquímica e pós-graduada em tecnolodia de alimentos.

Com uma experiência que já conta 2 décadas, Adelaide Muthemba iniciou a sua actividade laboral na indústria vínicula, antes de afirmar-se mestre cervejeira. Pela sua capacidade de liderança, foi reconhecida em 2015 pela Nowalzy Africa International.

Desde 2018 é a mestre cervejeira da HEINEKEN Moçambique, sendo responsável pela produtividade e processos da fábrica, garantindo qualidade internacional no mercado moçambicano. Num ambiente fabril, Muthemba afirma que está completamente integrada e que o facto de ser mulher não é um obstáculo, tendo reforçado que “O Importante é assumir o desafio e demonstrar capacidade que as oportunidade se abrirão”.

Adelaide Muthemba recorda como principais marcos da sua carreira, o lançamento da Txilar, fabrico da Txilar em barril, o desafio de Heineken localmente e merecer elogios da sede internacional, frisando que realça o potencial do capital humano moçambicano, principalmente, tratando-se de uma mulher.

Moçambique assiste actualmente a uma evolução positiva da participação da mulher no desenvolvimento socio-económico e a sua contribuição é notória no processo de tomada de decisão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *