BCI e Millennium BIM com resultados negativos em 2020

ECONOMIA

Confirmados recentemente pelo Banco de Moçambique, através do seu índice anual de importância, como as instituições financeiras mais importantes do país, o Banco Comercial e de Investimentos (BCI) e Millennium BIM (BIM), se ressentiram dos impactos da pandemia do novo coronavírus no seu exercício do ano passado. Em comparação com 2019, os seus resultados líquidos caíram quase um quarto.

De acordo a Lusa, nos resultados líquidos do Millennium BIM reflete-se a contração da actividade económica, tendo passado de sete mil milhões de meticais para 5,3 mil milhões de meticais, por sinal uma redução de 23,8%, todavia o rácio de solvabilidade se manteve robusto, fixando-se em 43,9%, muito acima do mínimo imposto pela entidade de supervisão (definido em 12%).

“O sistema bancário nacional permaneceu sólido, resiliente e bem capitalizado para apoiar as empresas e família” revelou o banco.

Por sua vez, o Banco Comercial e de Investimentos (BCI) tornou público que teve uma perda na ordem dos 782,2 milhões de meticais o que significa uma redução de cerca de 22,65% em comparação com 2019.

O BCI assumiu uma postura conservadora visando mitigar os potenciais impactos adversos da pandemia sobre o balanço, procedendo ao reforço significativo de imparidades e provisões, o que condicionou a evolução do resultado líquido, tendo o mesmo totalizado 2,6 mil milhões de meticais”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *