Baralho nos salários da EDM: IGEPE anula circular que fixava 75 meticais por dólar

DESTAQUE ECONOMIA SOCIEDADE

Após o barulho gerado pelo espanto dos moçambicanos, reunido em Assembleia Geral Extraordinária, esta segunda-feira, o Instituto de Gestão das Participações do Estado (IGEPE) anulou a circular da Electricidade de Moçambique (EDM) com nr. 03/CA-PRH/2021, de 06 de Maio, que mandava passear o Banco de Moçambique e aprovava o indexante cambial fixo de 75,00 meticais por cada unidade de dólar, para proteger salários milionários dos gestores de topo daquela empresa pública.

Na sua nota, posta a circular no princío da tarde de hoje, o IGEPE determinou ainda o pagamento de todas as remunerações da empresa EDM em moeda nacional (Metical) e a conversão da componente da remuneração em dólares norte americanos para Meticais, ao câmbio médio de referência no mercado em vigor.

Isso acontece numa altura em que havia uma onda de contestação na sociedade moçambicana, depois de na semana passada, o Conselho de Administração da EDM ter emitido uma circular comunicando a introdução de um indexante cambial fixo de 75,00 meticais por cada unidade de dólar, num momento em que o dólar está a ser transaccionado a 58 meticais.

Na circular assinada pela administradora da EDM, Iolanda Cintura Seuane, aquela empresa justificou a decisão com a depreciação do dólar, nos últimos meses, face ao metical, que, “tem afectado negativamente o poder de compra dos trabalhadores” daquela empresa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *