INAE encerra mais de 100 de estabelecimentos por venda ilegal de bebidas alcoólicas

DESTAQUE ECONOMIA

A inspeção Nacional das Actividades Econômicas encerrou, nos primeiros quinze dias de Maio em Curso, mais de 100 estabelecimentos comerciais de venda de bebidas alcoólicas foram suspensos por violacao do horario estabelecido para o seu funcionamento no ambito das medidas restritivas no ambito do combate a propgacao da pandemia da covid-19.

No trabalho levado a cabo pela INAE, no mesmo periodo, cerca de 19 estabelecimentos foram encerrados por diversas irregularidadades no seu funcionamento.

De acordo com a instituicao que chancela as actividades economicas na perola do indico, a violação das medidas contra a COVID-19 persiste e os proprietários de diferentes estabelecimentos comerciais, sobretudo bares, barracas, bottles stores e restaurantes, visto  que estes ignoram para além do horário de funcionamento, a lotação, as questões de higiene.

Na primeira quinzena de Maio corrente, foram fiscalizados 146 barracas e 116 restaurantes e outros estabelecimentos de venda de bebidas alcoólicas, como bares e bottle store. “O que nós constatamos é que esses estabelecimentos de venda de bebidas alcoólicas tem uma tendência de violar o horário de funcionamento, o que sucede é que fecham as portas no entanto, a actividade continua a ser exercida, principalmente, os bottle store”.

Timba adiantou, por outro lado, no período em análise, foram suspensas as actividades de uma indústria de captação, tratamento e venda de água, na província de Maputo, devido as péssimas condições de higiene.

“A fábrica também estava mal localizada, pois funciona junto a um estabelecimento de venda de peças e acessórios para automóveis e, no seu interior, foi encontrado muito material obsoleto que não faz parte da actividade, e constatou-se que esta indústria não dispõe de um laboratório de ensaio para controlar a qualidade da água, durante o processo de tratamento, e os trabalhadores não estão devidamente equipados”, disse Timba.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *