PR dirige-se hoje à nação e moçambicanos querem esclarecimentos sobre Cabo Delgado

DESTAQUE POLÍTICA

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, profere pelas 19 Horas de hoje, quarta-feira, 26 de Maio, em Maputo, uma Comunicação à Nação, no âmbito da situação de Calamidade Pública.

O comunicado de imprensa emitido pela Presidência da República refere que, a comunicação do chefe do Estado é feita no contexto da Situação de Calamidade Pública provocada pela Covid-19. Entretanto, os internautas que inundaram de comentários a página oficial do emprego do povo nas redes sociais pedem esclarecimentos sobre tensão militar em Cabo Delgado e da distribuição dos fundos no âmbito da Covid-19.

“No âmbito da situação actual, provocada pela pandemia do novo coronavírus, muitas famílias vivem em situação de pobreza extrema. Saudamos o Governo e os seus parceiros pela disponibilização do fundo para ajudar os mais necessitados, mas no grosso das comunidades o valor está a ser mal gerido. Pedimos a quem é de direito que faça chegar ao César o que é do César, visto que há famílias que realmente precisam desse apoio”, desabafou um internauta.

Os ataques dos insurgentes que desde 2017 fustigam a província de Cabo Delgado provocaram uma crise sem precedentes naquele ponto do país, os moçambicanos pedem ao Presidente da República uma solução imediata para sanar a crise humanitária que no presente afecta perto de um milhão de pessoas.

“Somos todos moçambicanos e preocupa-nos sobremaneira a situação dos nossos compatriotas em Cabo Delgado. Queremos que o Presidente da República e o seu Governo criem mecanismos para acabar com esta guerra maldita quem tem retardado o desenvolvimento do nosso país. Pedimos igualmente que seja reativado a discussão sobre o novo salário mínimo. Não faz sentido os deputados gozarem das regalias enquanto o povo continua a sofrer”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *