Nyusi defende que disparidades entre países travam desenvolvimento de negócios na SADC

DESTAQUE ECONOMIA POLÍTICA

O Presidente da República, Filipe Nyusi defendeu que dependência económica dos países e a falta de eficiência, nas diferentes cadeias de valores, estão entre as causas travam o desenvolvimento de negócios entre os países integrantes da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral.

Para superar as adversidades do presente, o actual presidente da SADC, defende o reforço no investimento em infraestruturas, na industrialização e definição de políticas comuns nos países membros da associação.

“Afiguram-se muitos desafios nos nossos países. O ambiente de negócios na SADC impõe desafios de cooperação entre os membros. Será necessário continuar com o processo de promoção de comércio. Um dos pressupostos são as infraestruturas e políticas adequadas para que os países trabalhem conjuntamente”, disse Filipe Nyusi.

Se por um lado, o Presidente da República aponta a pandemia da COVID-19 e os efeitos das mudanças climáticas como as causas que condicionam o rápido desenvolvimento da SADC. Por outro, defende que há necessidade de reforçar a capacidade de produção, e o e criação de políticas favoráveis.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *