SADC aprova 12 milhões para combater o terrorismo em Cabo Delgado

DESTAQUE POLÍTICA

Recentemente, o Presidente da República anunciou reforços (internacionais) para combater o terrorismo na província de Cabo Delgado. Numa espécie de corrida contra o tempo, a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, tornou público que o destacamento da Força de Estado em Alerta que vai reforçar as Forças de Defesa e Segurança está orçado em 12 milhões de dólares norte – americanos.

Depois da reunião (virtual) extraordinária do Conselho de Ministros do bloco regional, cujo objectivo passava por viabilizar as decisões da última cimeira realizada na capital moçambicana, o ministro das Relações Exteriores de Angola, Tetê Antônio, avançou que o Conselho de Ministros da SADC aprovou o orçamento para apoiar Moçambique no combate contra o terrorismo em Cabo Delgado.

“O orçamento é de 12 milhões de dólares no seu total. Está subdividido em rubricas, fontes de financiamento. O financiamento é composto por um fundo de contingência e contribuições dos Estados – membros que participam dos efectivos devendo contribuir entre si sete milhões de dólares”.

O Chefe da diplomacia angolana disse, por outro lado, para que não haja atrasos no cumprimento de libertar Cabo Delgado das “garras” do terrorismo poderá ser feito recurso ao fundo de reserva da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral.

“Como sabem, a situação de Cabo Delgado é grave, a qual organização tem de fazer algo imediato face e foi determinado o prazo de contribuições que é de 09 de Julho, mas se tiver um défice de contribuintes pode se recorrer ao fundo de reserva”.

Ainda de acordo com Tetê Antônio, nos próximos estão previstas reuniões técnicas nos sectores de Defesa e Segurança para analisar questões práticas antes da Força em Estado de Alerta escalar Cabo Delgado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *