EUA doam ao MISAU 300 mil doses da vacina Johnson & Johnson

DESTAQUE SAÚDE

Moçambique recebeu, esta segunda-feira, um lote de 303 400 doses da vacina de dose única contra a Covid -19, pertencente a Johnson & Johnson. O lote é financiado pelo Governo dos Estados Unidos da América (EUA) no âmbito da Iniciativa COVAX.

“Estou orgulhoso por podermos partilhar estas vacinas com os nossos amigos moçambicanos.  Por ser uma dose única, a vacina irá duplicar o número de moçambicanos que beneficiam da imunização.  Não tenho dúvidas de que isto irá ajudar a salvar muitas vidas”, afirmou o embaixador norte-americano em Maputo, Dennis W. Hearne, na ceriomónia da entrega, testemunhada pelo ministro de Saúde, Armindo Tiago.

A ajuda, de acordo com W. Hearne, é mais um exemplo da força da relação entre os EUA e Moçambique e dá continuidade ao empenho norte-americano no apoio a Moçambique para o combate ao novo coronavírus.

“Até à data, o Governo dos EUA prestou assistência avaliada em mais de 38 milhões de dólares”, refere-se no comunicado.

A referida vacina tem 86 porcento de eficácia contra doenças graves e é eficaz contra a variante Delta, que está a predominar em plena terceira vaga da pandemia que Moçambique atravessa.

A COVAX, pilar de vacinas do acelerador de acesso a ferramentas contra a COVID-19 (ACT), é uma iniciativa co-liderada pela Coligação para Promoção de Inovações em prol da Preparação para Epidemias (CEPI), da Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (GAVI) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) – que trabalham em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), como parceiro chave na execução, bem como com organizações da sociedade civil, fabricantes de vacinas, Banco Mundial e outros.

No caso deste lote, a COVAX enviou as informações sobre as 302.400 doses ao Ministério da Saúde de Moçambique, estando todo o processo logístico dessa entrega a ser feito pelo Governo com a assistência do UNICEF.

Mais 492.000 doses da vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca foram anteriormente recebidas pelo Ministério da Saúde, via Iniciativa COVAX, no passado mês de Março e início de Julho de 2021.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *