Jogos Olímpicos: Creve Machava fica-se pelos quartos-de-final nos 400 metros barreiras

DESPORTO

Mais um atleta moçambicano foi eliminado na primeira aparição nos Jogos Olímpicos que decorrem na capital japonesa, Tóquio. Depois de Kevin Loforte (judô), Igor Mogne (natação), Creve Machava foi eliminado na primeira ronda de apuramento paras as meias – finais na prova dos 400 metros barreira.

O atleta moçambicano caiu com estrondo e falhou aquele que era um dos seus objectivos nos Jogos Olímpicos, uma vez que pretendia, no mínimo, chegar as meias – finais do certame, mas conseguiu melhorar a sua marca pessoal.

Creve Machava terminou a sua série no quinto lugar com tempo de 50 segundos 37, superando os 50 segundos e 76 centésimos que alcançou em 2019 em Doha.

Com a eliminação do barreirista, que seguiu para Tóquio graças ao convite da Solidariedade Olímpica, a grande esperança de Moçambique conquistar uma medalha continua no boxe, uma vez que em caso de vitória nos quartos – de – final Alcinda Panguana e Rady Gramane garantem desde logo o terceiro e último lugar do pódio.

Dois dos três atletas moçambicanos já eliminados, ou seja, Creve Machava e Ignor Mogne, foram a Tóquio na qualidade de convidados pelo Comitê Olímpico Internacional através da Solidariedade Olímpica.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *