Incomáti não vai comparecer ao jogo com o Textáfrica de Chimoio

DESPORTO DESTAQUE

É oficial! O Incomáti de Xinavane não vai marcar presença no jogo da 14ª e primeira jornada da segunda volta do Campeonato Nacional de Futebol, o Moçambola. Depois da derrota frente ao líder Black Bulls na ronda anterior, os açucareiros tornaram público que estão em processo de desistir do Moçambola por estarem a ser prejudicados pela arbitragem.

O pênalti, diga-se em abono da verdade, duvidoso que ditou a derrota diante dos Touros terá sido a gota de água que transbordou o copo. A direcção do Incomáti de Xinavane entende que não é primeira vez que o clube foi prejudicado pelos juízes. Visando alertar a organização da prova máxima do futebol nacional sobre situações do gênero, a formação que ocupa a nona posição ao cabo de 13 jornadas pretende desistir da prova.

“Achamos que a solução é desistir do Moçambola, não porque os resultados não estão a aparecer e nem porque não estamos a criar condições para que apareçam, mas porque estamos a ser prejudicados por pessoas com suas agendas privadas e acabam criando esta situação toda”, esclareceu Luís Cumbe, porta – voz do clube, para depois acrescentar que  “Já fizemos várias reclamações, ainda que nem todas por escrito, mas a situação é tão desgastante que tomamos a decisão e vamos assumir a responsabilidade e vamos avante”.

Por outro lado, Cumbe garantiu que a equipa técnica e os jogadores estão de acordo com a decisão do clube. “Eles também sentem essa pressão, sentem essa imparcialidade que estão a sofrer e também concordam com a nossa decisão. Por isso vamos sentar com eles e vamos tomar a decisão que não prejudica nem a eles e nem a nós”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *