Ministério da Defesa chamou jornalistas para cantar vitória antes do tempo e a montanha pariu rato

DESTAQUE POLÍTICA

Nas vésperas da tomada de Mbau, o Ministério da Defesa chamou jornalistas de vários órgãos a Cabo Delgado com a promessa de levá-los ao Teatro Operacional Norte (TON). Como tal, o ministério prontificou-se a garantir transporte de Pemba ao teatro operacional, pelo que os órgãos mobilizaram meios próprios e de parceiros para garantir viagem até à capital provincial de Cabo Delgado.

A partida ao terreno estava prevista para quarta e quinta-feira, segundo o convite do Gabinete de Informação (GABINFO) e, como tal, na passada terça-feira, os mais de 26 jornalistas, incluindo o do Evidências, que se deslocaram de Maputo a Pemba, foram chamados pela tarde para uma reunião de concertação, onde foram informados que seguiriam por um itinerário não revelado via terrestre, na manhã seguinte, e o ministério forneceria mais informações durante a noite e mais tardar até as 04 horas do dia seguinte.

No entanto, tal não aconteceu até o passado Domingo, altura em que as últimas equipas deixaram a capital de Pemba. Não estão claras as razões pelas quais as equipas não seguiram viagem, mas o representante do GABINFO dizia sempre estar à espera de ordens superiores, o que levou aos jornalistas a suspeitarem que foram chamados para proclamarem vitória antes da hora, pois enquanto estavam “pendurados” em Pemba decorriam intensos combates em Mbau, Miengalewa, Nangade, entre outros pontos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *