SED tenta inviabilizar provas da Federação Moçambicana de Automobilismo

DESPORTO

Teve lugar, no passado Sábado, 21, no Estádio da Machava, a 1ª prova do Campeonato Nacional de Drift e Gincana 2021, organizada pela Federação Moçambicana de Automobilismo e Motociclismo (FMAM), um certame que só chegou ao fim graças ao conhecimento integral da lei do Desporto por parte dos dirigentes da agremiação, uma vez que a Secretaria de Estado de Desportos (SED), acusada de sempre favorecer a ATCM, tentou barrar a sua realização, alegando falta de autorização. Pelo meio, apesar de não se tratar de uma actividade económica, foram envolvidos inspectores da Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE) e agentes da polícia, que, no fim, tiveram que se conformar com os argumentos da FMAM. 

 

Apesar do barulho, decorreu sem sobressaltos pelo menos dentro da pista, a 1ª prova do Campeonato Nacional de Drift e Gincana 2021, organizada pela Federação Moçambicana de Automobilismo e Motociclismo (FMAM), que contou com a participação de mais de 20 atletas, tendo sido apurados seis atletas na modalidade de Drift e dois na modalidade de Gincana.

Os atletas apurados, como ilustra a tabela abaixo, deverão voltar a competir a 18 de Setembro próximo, para se apurar os representantes de Moçambique, numa prova internacional de Drift e Gincana, que terá lugar de 08 a 10 de Outubro nos Estados Unidos de América.

“Na prova que fizemos no final de semana e na próxima os que terão melhores resultados são os que poderão ir nos representar nos Estados Unidos, garantiu Campos.

Entretanto, antes de se encontrarem os heróis dos circuitos, os vilões que se servem do desporto quiseram estragar o espectáculo. A Secretaria de Estado de Desporto tentou, sem sucesso, inviabilizar a prova, alegando falta de autorização, uma posição que foi prontamente rebatida.

“Nós como federação, somos a autoridade máxima desportiva no que ao automobilismo diz respeito, não queremos pedir autorização da Secretaria de Estado para fazermos provas, nós é que damos as autorizações aos clubes para poderem realizar provas sobre o campeonato nacional e ontem, como se viu, era a prova do campeonato nacional”, esclareceu Bruno Campos, presidente daquela agremiação.

Campos, que já há algum tempo tem se queixado de alguma ingerência pessoal de Gilberto Mendes, esclareceu ainda que a FMAM é que cria, segundo a lei, todas as regras de segurança, do protocolo de higiene e segurança desde o uso da máscara, distanciamento e o governo é apenas convidado.

No dia em que a INAE foi chamada a inspeccionar uma actividade não económica

Tudo começou quando, depois de elaborar o cartaz do evento, começaram a receber questionamentos em fóruns privados sobre as autorizações, contudo, o que parecia um ensaio ganhou corpo quando inspectores do INAE, com um funcionário da Secretaria de Estado que diz ser do departamento de inspecção entraram e solicitaram uma alegada autorização do evento.

“E eu como já estou dentro da lei, logo caí em cima deles. A primeira coisa, eu não sei o que INAE está aqui a fazer, porque isto não é uma actividade económica e o senhor que é da Secretaria de Estado não estava devidamente identificado. De seguida, dissemos-lhes que o evento é legal, está autorizado pela federação, é um campeonato nacional e o decreto presidencial vigente no estado de calamidade, prevê, claramente, que os campeonatos nacionais e nossa modalidade estão abertos sem público desde que sigam as regras de segurança”, referiu Campos.

Segundo Campos, não obstante tratar-se de campeonatos nacionais, aqueles eventos têm como objectivo o apuramento para dois atletas para irem representar Moçambique nos Estados Unidos.

Após a explicação, os inspectores do INAE e do SED abandonaram o local, contudo voltaram horas depois para, novamente, tentarem inviabilizar o evento. Desta vez trouxeram agentes da PRM e da polícia municipal da Matola, supostamente em cumprimento de ordens do Secretário de Estado, Gilberto Mendes.

“Disseram que tinham ordem da Secretaria de Estado e ficamos a saber que ele está na Rússia, mas ligava da Rússia para parar o evento, sem haver uma justificação, e eu lhes confrontei se haviam recebido ordens superiores de boca, que não é baseada em nenhuma Lei. Nós dissemos, podem tentar entrar aqui à força, vamos disputar, mas o evento vai continuar e continuamos”, contou Campos.

Tabela de resultados (COM FUNDO)

Campeonato Nacional de Drift 2021

Classificação :

Drift Pro

1- Karl Henriques

2- Zein Hussen

3- Muhammad Moo

Drift semi pro

1- Michael Frade

2- Telmo Costa

3- Virgílio Massinga

Campeonato Nacional de Gincana 2021

Classificação Gincana

1- Muhammad Moo

2- Ivan Coimbra

3- Denilson Denyflow Lopez (DQ)

Nota: DQ (Desqualificado)