Afrobasket: Moçambique supera Quênia e carimba o passaporte para os “quartos”

DESPORTO DESTAQUE

A selecção nacional de basquetebol sênior feminino apurou-se, nesta quarta-feira, 22 de Setembro, para os quartos – de – final do Campeonato Africano da modalidade da bola ao cesto após derrotar a sua congênere do Quênia em partida do play – off de acesso a segunda fase. Ingvild Macauro foi o abono de final do combinado nacional ao totalizar 21 pontos no final dos quatro períodos.

Depois de ter averbado duas derrotas em igual número de partidas na primeira fase, em que este inserido no grupo B juntamente com as selecções de Angola e da Nigéria, o combinado nacional viu-se o brigado a disputar o play – off para garantir um lugar na fase que antecede as meias – finais.

Quis o sorteio que as Samurais medissem forças com o conjunto nacional. No Palácio dos Desporto de Yaoundé, pavilhão que acolhe o Afrobasket, Moçambique não quis deixar os seus créditos em mãos alheias, uma vez pegou nas rédeas do jogo desde os primeiros segundos.

No primeiro período o domínio das moçambicanas foi inequívoco seja a defender assim como a atacar. Com naturalidade, as meninas de Nazir Salé marcaram 24 pontos contra apenas 11 das quenianas. Neste período, Ingvild Macauro, com oito pontos, foi a melhor unidade da turma nacional.

Apesar do aparente crescimento do seu rival na partida, no segundo quarto as jogadoras moçambicanas voltaram a espalhar o seu valioso perfume. Neste período, o inconformismo não salvou as quenianas de mais um banho de bola. O período terminou com o resultado de 20 a 12 e Moçambique saiu para o intervalo a vencer por 41 a 23.

No reatamento, ou seja, no terceiro período, as meninas de Nazir Salé continuam na mó de cima, dificultando a tarefa das quenianas que não mostravam argumentos para superar o rigor defensivo das moçambicanas.

Tal como aconteceu nos dois primeiros períodos, as Samurais voltaram a terminar os 10 minutos a liderar o marcador, tendo entrado para o derradeiro período a vencer por 57 a 33.

Com uma vantagem de 24 pontos a entrada para o quarto período, o combinado estava com um ´pé e meio nos quartos – de – final. Contudo, mesmo com a liderança no marcador Moçambique não baixou a guarda, ou seja, usou da velha máxima “a melhor de defesa é o ataque” e terminou a partida com o esclarecedor resultado de 72 a 50.Ingvild Macauro foi a protagonista da partida ao totalizar no final dos quatros períodos 21 pontos.

Na próxima fase, ou seja, quartos – de – final, as guerreiras de Nazir Salé terão pela frente o Senegal, por um sinal um dos principais candidatos ao título do certame que está a ser disputado nos Camarões.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *