SADC abate 17 insurgentes e sofre uma baixa

POLÍTICA SOCIEDADE

A Missão da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique (SAMIM, sigla inglesa), no Teatro Operacional Norte (Cabo Delgado), anunciou, neste domingo, que lançou uma ofensiva militar que resultou na morte de 17 terroristas e destruição de uma base em Chitima, no distrito de Nangade.

A ofensiva que também envolveu as Forças Armadas da Defesa de Moçambique (FADM), teve lugar no sábado (25.09) onde um militar da missão perdeu a vida e três ficaram feridos.

“Ao que tudo indica, a base era comandada pelo xeque NjileNorth”, refere o comunicado partilhado pela SADC.

Neste domingo (26.09), as tropas da SADC entraram em confronto com outro grupo de rebeldes a sul do rio Messalo, no interior da província, onde se suspeita que os terroristas tenham mais bases.

A força conjunta “conseguiu matar um (insurgente) e confiscar três espingardas” e capturou “um professor suspeito” que está a ser interrogado, indica o comunicado.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *