Reativados Conselhos Comunitários de Segurança em Cabo Delgado

DESTAQUE SOCIEDADE

Enquanto as Forças de Defesa e Segurança apoiados pelos militares do Ruanda e da Missão da África Austral em Moçambique continuam no encalço dos terroristas com vista a restabelecer a ordem e tranquilidade na província de Cabo Delgado, o Governo decidiu reativar os Conselhos Comunitários de Segurança, células que vão contribuir para a manutenção da ordem e segurança pública, sendo que os membros serão eleitos pelas comunidades.

Numa altura em que surgem relatos de que os grupos armados, que desde 2017 semeiam luto e terror em Cabo Delgado, voltaram a atacar. O Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique, Bernardino Rafael, anunciou a reativação dos Conselhos Comunitários de Segurança para o combate à criminalidade em Cabo Delgado.

“Queremos reativar as nossas células dos Conselhos Comunitários de Segurança em todos os distritos, sobretudo, os propensos aos ataques terroristas. Não é uma nova missão. É uma missão tradicional que começou desde as comunidades mais primitivas, nas quais sempre existiram momentos para mitigar conflitos. E cada momento histórico correspondia à realidade desse momento”, declarou.

De acordo com Bernardino Rafael, a população é um elemento essencial para deter a movimentação de grupos criminosos que aterrorizam a província moçambicana de Cabo Delgado.

Para facilitar os trabalhos dos Conselhos Comunitários de Segurança, a Organização Internacional das Migrações (OIM) das Nações Unidas ofereceu seis viaturas que serão usadas no policiamento comunitário nos distritos de Metuge, Montepuez, Ancuabe, Chiúre e Namuno, por sinal distritos que acolhem o grosso dos deslocados do terrorismo.

Por sua vez, Laura Tomm-Bonde, chefe da missão da OIM em Moçambique, avançou com a oferta das seis viaturas, que visam fortalecer as comunidades nas suas actividades de policiamento comunitário. “Esse apoio busca tornar as comunidades mais resilientes e engajadas em questões de monitoramento de segurança”, disse.

Leave a Reply

Your email address will not be published.