Terroristas destruíram 31 hospitais em Cabo Delgado

DESTAQUE SOCIEDADE

A insurgência armada em Cabo Delgado e os ciclones durante a última época chuvosa destruíram 126 unidades de saúde em Moçambique, anunciou hoje o ministro da Saúde, Armindo Tiago, que falava em Conselho Coordenador, que decorre em Gondola, em Manica.

“Foi um verdadeiro revés face aos ganhos alcançados neste setor”, lamentou Armando Tiago.

Do total, 31 unidades são hospitais danificados por rebeldes armados no norte do país, desde 2017.

A destruição de infraestruturas tem deixado centenas de famílias sem serviços de saúde, levando ao recurso reforçado a parceiros de cooperação.

De acordo com os números hoje apresentados, em Moçambique estão a funcionar 1.596 unidades de saúde, a maioria centros de saúde, havendo ainda 50 hospitais distritais, rurais e gerais.

“Acreditamos que com a ação de cada moçambicano e com o envolvimento dos parceiros serão cumpridas as metas estabelecidas pelo Governo”, referiu, numa alusão à ajuda externa para o setor.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *