“Queremos uma Frelimo deste século” –  apelou Nyusi

POLÍTICA
  • Ecos do XII Congresso

Na hora do encerramento do 12º Congresso, que teve lugar na Escola do Partido Frelimo, na Cidade de Maputo, o reeleito presidente do partido sexagenário, Filipe Nyusi, instou os militantes da sua agremiação política para fazerem de tudo para modernizar o partido e torná-lo o melhor deste século.

Duarte Sitoe

Para Filipe Nyusi, o 12º Congresso foi o pontapé de saída da preparação para as eleições autárquicas de 2023 e Gerais de 2024. O Presidente da Frelimo observa que o recém-eleito Comitê Central tem a nobre missão de preparar as condições para a vitória do seu partido nos pleitos eleitorais que se avizinham.

“Esta preparação começa a partir do momento que saímos desta sala. Em nome de todos os membros e simpatizantes, quero congratular o camarada Roque Silva pela reeleição para o cargo de secretário-geral da Frelimo, e exortamos para que promova o envolvimento de todos”, disse Nyusi, para depois apelar aos camaradas para que “modernizem o partido, queremos uma Frelimo deste século”.

O combate ao terrorismo e a corrupção voltou a fazer parte do discurso do presidente da Frelimo, que destacou que, apesar das adversidades registadas nos últimos anos, o país conseguiu consolidar a paz.

“Ao analisar o relatório do Comité Central, os congressistas anotaram com satisfação que, apesar da situação internacional e das adversidades agravadas por efeitos nefastos da COVID-19, do terrorismo em alguns distritos das províncias da zona Norte, dos ataques da Renamo na região Centro do país e do impacto negativo dos eventos extremos da natureza, o desempenho do governo da Frelimo entre o 11º e o 12º congresso foi bastante positivo”, destacou Nyusi

Falando sobre a agricultura, Filipe Nyusi destacou o aumento da produção e produtividade, contudo reconheceu que o país continua com altos índices de subnutrição.

Facebook Comments