ERRATA: Não houve penhora de bens da Cimentos de Moçambique mas sim da Cimento Nacional

DESTAQUE ECONOMIA

Numa notícia breve do topo da página 04, da nossa última edição (93), que foi às bancas na passada terça-feira, escrevemos erradamente que os trabalhadores da Cimentos de Moçambique (CM) penhoraram os bens da empresa como forma de pagamento de dívidas referentes a salários. Na verdade, a empresa que está a ser executada é a Cimento Nacional e não a Cimentos de Moçambique como, por lapso, avançamos.

Cientes de que esta publicação compromete a boa imagem e reputação da empresa Cimentos de Moçambique, que nada tem a ver com os factos relatados na notícia, vimos por este meio pedir sinceras desculpas à Cimentos de Moçambique, aos seus colaboradores e parceiros, bem como aos nossos estimados leitores pelos transtornos causados.

Facebook Comments