Cidadão detido e ameaçado por denunciar abusos das FDS durante o comício do Governador em Nangade

DESTAQUE SOCIEDADE

Um cidadão conhecido por Tuvaluva ficou horas detido após ter denunciado os abusos perpetrados pelas FDS contra os cidadãos locais. A denúncia ocorreu aquando da visita do governador da província de Cabo Delgado, Valige Tauabo, ao distrito de Nangade em um comício na realizado na última semana.

Com o agudizar dos ataques armados em Cabo Delgado, estão cada vez mais evidentes os sinais da falta da liberdade de expressão, opinião e de pensamento e, por conta disso quem se manifesta publicamente contra um regime, política ou abuso está sujeito a represálias por perpetradas pêlos que sempre têm algo por esconder, mesmo que seja com autorização expressa tal como foi no comício do governador de Cabo Delgado.

Sucede que no encontro com os populares em Nangade-Sede, Tauabo, pediu que três pessoas deixassem ficar as suas inquietações e expressassem suas opiniões com relação a vida sócio-económica e política do distrito. Eis que um cidadão localmente conhecido por Tuvaluva denunciou os abusos e agressões físicas perpetradas pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS) contra os residentes locais.

Era suposto que no final do evento público as anomalias fossem corrigidas, contudo, após a retirada do governador, o denunciante foi recolhido às celas do Comando Distrital da PRM, alegadamente porque falou demais e fez acusações sem, no entanto, ter provas. O cidadão detido humilhado e ameaçado pelas mesmas forças policiais que outrora juraram diante da bandeira protegê-lo com toda bravura.

A sua libertação só foi possível com a intervenção de um grupo de líderes comunitários locais por achar injustificadas as razões da sua detenção e após muitas negociações com a polícia o homem retornou ao convívio familiar.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *