Tribunal Judicial de Nampula condena cidadãos envolvidos no assassinato de um albino

DESTAQUE SOCIEDADE

A Sexta Secção Criminal do Tribunal Judicial da Província de Nampula, encerrou, na quarta-feira, 22 Fevereiro, o caso do cidadão albino, morto em Maio de 2022, no distrito de Mogovolas, dando penas exemplares aos cinco cidadãos moçambicanos envolvidos no crime.

A Juíza daquela Secção Criminal, Cristina Salia, condenou os cinco réus à penas que variam de 08 a 30 anos de prisão. Dinis Sebastião foi condenado a 30 anos de prisão, enquanto Edson Eduardo, responsável pelo transporte de ossadas, vai ver o sol aos quadradinhos durante oito anos.

Por outro lado, os co-réus Calisto Francisco, Alves Cabral e Argentino Eusébio, por sinal familiares da vítima, responsáveis pela entrega do seu familiar em troca de dinheiro, foram sentenciados à pena única de 24 anos de prisão.

A Sexta Secção do Tribunal Judicial Provincial de Nampula determinou ainda que os condenados devem restituir à família da vítima pelos danos causados, ou seja, devem pagar uma indemnização no valor de 300 mil meticais.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *