Site icon

Frelimo inclina campo para garantir vitória retumbante na Matola

Em 2018, a Frelimo travou uma luta titânica com a Renamo no Município da Matola, tendo no final   a vitória sorrido para partido do batuque e maçaroca.  Para evitar que o cenário das eleições que elegeram Calisto Cossa para o segundo mandato se repita, os camaradas decidiram inclinar o campo em alguns distritos daquela urbe, uma vez que ao nível do Distrito de Infulene os presidentes da mesa de voto, vice-presidentes, secretários e 4º escrutinadores, posições de decisão, são provenientes da Frelimo.

Nas V Eleições Autárquicas, a Frelimo conseguiu os piores resultados de sempre ao nível do Posto Administrativo de Infulene o que, de certa forma, colocou o partido no poder em alerta para as eleições do dia 11 de Outubro corrente.

Para contrariar o cenário das últimas eleições, o partido liderado por Filipe Nyusi decidiu inclinar o campo ao nível daquele posto administrativo da Província de Maputo. De acordo com a lista de afectação dos Membros de Assembleia de Votos tornada pública pelo Boletim CIP Eleições, Os presidentes, vice-presidentes, secretários e 4º escrutinadores, posições de decisão, são provenientes da Frelimo.

No grosso das mesas de voto no Municpio da Matola sempre presididos por professores de várias escolas, funcionários públicos, de direcções provinciais, e membros de comités de Zona do partido Frelimo. A tittulo de exemplo, o presidente de uma das mesas da EPC 24 de Julho é funcionário do Gabinete do Governador Júlio Paruque, ora cabeça de lista do partido Frelimo na Matola.

Refira-se que dos sete membros que compõem a mesa de assembleia de voto, cinco são da Frelimo, um dos quais indicado por imperativo legal. Cabem a oposição apenas dois lugares (Renamo e MDM). Os restantes quadro foram indicados por influência partidária.

Exit mobile version