Última hora: Em Ka-Lhamankulo haverá recontagem com base nos editais fornecidos pela Renamo

DESTAQUE POLÍTICA

O Tribunal Distrital de Ka-Lhamankulo, na cidade de Maputo acaba de ordenar a repetição do apuramento intermédio ao nível daquele distrito municipal com base nas cópias dos editais originais apresentados pela Renamo naquela instância judicial.

Segundo a TV Sucesso, órgão que tem estado implacável na cobertura destas eleições, trata-se de um apuramento de mais de 100 mesas e tal como aconteceu no distrito Ka-Mpfumu, em Chamankulo também haverá consequências criminais para os actores envolvidos individualmente, em função do grau de participação no ilícito.

Refira-se que um dos directores envolvidos neste ilícito alegou ter recebido orientação para viciar os resultados do seu superior hierárquico, supostamente porque recebera ordens superiores.

É a primeira vez na história das autarquias no país que tribunais ordenam a repetição do pleito eleitoral ou a recontagem de votos na cidade de Maputo. Curiosamente, isso acontece num ano em que a Renamo reclama ter ganho as eleições de forma esclarecedora.

Refira-se que há pelo menos dois distritos municipais (Ka-Mubukwana e Ka-Mavota – em que houve apagões e recusa de assinatura de editais) onde a Renamo reclama o desaparecimento de editais e actas originais do sufrágio.

Nestes dois distritos municipais, considerados os mais populosos da capital do país, o apuramento foi feito com cópias cujos dados são diferentes dos documentos originais, deixando antever que os resultados intermédios poderão também ser anulados.

Notícia em actualização

Facebook Comments