Governo contraria dados sobre regresso de deslocados as zonas de origem

DESTAQUE SOCIEDADE

O Governo da província de Cabo Delgado anunciou números contrários sobre o retorno das famílias vítimas dos ataques aos seus distritos por alegada calmia que se observa um pouco por toda província.

A título de exemplo, o secretário do estado na província, Antônio Supeia, anunciou que 500 mil pessoas já regressaram as suas origens estando nesta altura a reiniciar as suas vidas, nos distritos de Palma, Nangade, Mocímboa da Praia, Muidumbe e Macomia respectivamente.

Supeia fez este pronunciamento recentemente em Pemba, na reunião do Observatório Supeia avançou está informação na quinta-feira passada em pemba, na primeira Reunião do Conselho Coordenador provincial dos Serviços de Assuntos Sociais.

Segundo o secretário, a maior parte das famílias estão a regressar de forma voluntario. Em contraditório, o governador da província, acelerou que, um milhão pessoas de vítimas de terrorismo já retornaram às zonas de origem nos distritos acima citados mercê estabilização de segurança naquelas regiões.

Valige Tauabo fez saber ainda que as famílias estão a regressar nas suas aldeias sem no entanto sem abandonar definitivamente os centros de acomodação por onde viveram durante o tempo que os seus distritos estavam severamente atingidos pelos intitulados Alshababs. (Adolfo Manuel)

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *