TotalEnergies admite regressar a Cabo Delgado até ao final do corrente ano

DESTAQUE SOCIEDADE

Ainda não há datas para retoma do projecto da TotalEnergies na província de Cabo Delgado. O CEO da multinacional francesa, Patrick Pouyanné, admitiu, recentemente, que o projecto que é considerado o maior investimento privado da história do continente africano poderá ser retomado até o final do corrente ano.

O CEO da TotalEnergies referiu que para a retoma da construção da planta de Afungi é necessário reativar as instituições financeiras em todo mundo, tendo ainda apontado que o actual cenário que se vive em Cabo Delgado não impede o regresso da multinacional por si liderado.

“Temos feito progressos com os fornecedores, com os diferentes empreiteiros, incluindo na parte dos custos. Eles ouviram a nossa mensagem, querem reactivar o projecto, e estamos agora na parte de reactivação do financiamento global, o que deve acontecer nos próximos meses”, disse.

Refira-se que no último trimestre de 2023 a TotalEnergies tornou público que ambicionava regressar a Cabo Delgado nos meados do ano em curso.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *