Moçambique na lista dos países “parcialmente livres” no respeito pelos direitos políticos e liberdades civis

DESTAQUE POLÍTICA SOCIEDADE

O relatório tornado publicado, nesta quinta-feira, 29 de Fevereiro, pela Freedom House em relação ao respeito pelos direitos políticos e liberdades civis em no mundo refere que Moçambique está na lista dos países parcialmente livres. Por sua vez, Cabo Verde, em primeiro, e São Tomé e Príncipe, em terceiro, estão entre os países mais bem classificados em África.

Segundo a Freedom House, no contente africano uma redução de liberdade, uma vez que 14 países registaram uma diminuição da pontuação e apenas cinco registaram melhorias.

“A liberdade em África diminuiu pelo décimo ano consecutivo em 2023, devido a conflitos armados, golpes militares e irregularidades eleitorais”, considera a Freedom House.

No relatório tornado público nesta quinta-feira, 29 de Fevereiro, Moçambique surge na lista dos países parcialmente livres, enquanto Angola, outro país lusófono, é classificado com um país não livre.

Por seu turno, Cabo Verde, e São Tomé e Príncipe, em terceiro, estão no pódio dos países mais bem classificados em África, ocupando actualmente a primeira e terceira posições, respectivamente.

A Freedom House refere ainda que apenas 7% das pessoas em África vivem em países livres, enquanto 50% vivem em países não livres, sendo que Sudão do Sul, a Eritreia, a Guiné Equatorial e a República Centro-Africana são as nações africanas com a classificação mais baixa.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *