Lutero Simango aclamado candidato do MDM após renúncia de Albano Carige

DESTAQUE POLÍTICA
  • Edil da Beira era favorito, mas decidiu retirar a candidatura

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) já escolheu o seu candidato para as eleições presidenciais. Trata-se de Lutero Simango, presidente da terceira maior força política do país, que foi eleito por unanimidade depois da desistência de Albano, em virtude deste entender que tem um compromisso com os munícipes da Beira que nas VII Eleições Autárquicas elegeram a lista por si encabeçada para liderar os destinos daquela cidade. Esta é a primeira vez que Lutero Simango vai encabeçar a lista do MDM nas eleições gerais. Ainda no Conselho Nacional, realizado na Cidade da Beira, o MDM aprovou o perfil dos candidatos a deputados da Assembleia da República, a membros da assembleia provinciais e perfil dos candidatos a governadores.

Jossias Sixpence- Beira

O Conselho Nacional do Movimento Democrático de Moçambique reuniu-se, no último fim-de-semana, com o objectivo de escolher o seu candidato para as eleições gerais que terão lugar no dia 09 de Outubro.

À entrada para aquela reunião magna, Lutero Simango perfilava como principal candidato. No entanto, os membros do Conselho Nacional endossaram o nome de Albano Carige na lista dos pré-candidatos. Entretanto, o edil da Beira não cedeu à pressão e retirou a sua candidatura, justificando que tem um compromisso com os beirenses, daí que decidiu não avançar e apoiar Lutero Simango.

“Quero agradecer a todos pela confiança, mas porque os beirenses tiveram o voto de vingança, concorrer a candidato a Presidência da República é trair a causa na qual me comprometi com beirenses, por isso quero endossar o meu total e incondicional apoio ao companheiro Lutero Simango, actual presidente do MDM, a candidato a Presidência da República pelo MDM e apelo a todos para que possamos apoiar o Lutero”, disse Carige.

Com a desistência de Albano Carige, Lutero Simango ficou com o caminho livre para concorrer pela primeira vez nas eleições gerais, uma vez que foi aclamado por unanimidade por ser candidato único. Na ocasião, agradeceu a confiança dos membros do MDM e vincou que o seu partido é a verdadeira alternativa para os moçambicanos.

“É uma honra e responsabilidade, é um desafio colectivo do nosso partido para fazer face a este processo eleitoral. E esse custo de vida tende a crescer cada vez mais porque os impostos tendem a agravar, há uma má administração da política fiscal e também não podemos ignorar que os níveis da corrupção estão a tomar conta do nosso país, estão a destruir a esperança dos moçambicanos”, frisou Lutero Simango.

O candidato presidencial do MDM vincou que o objectivo principal desde a fundação do partido em 2009 é conquistar o poder político através de um processo democrático e isso vai acontecer agora, no dia 09 de Outubro, prometendo que a sua governação será centrada em reformas e na implementação de uma visão de um Moçambique para todos.

Ainda no Conselho Nacional, realizado na Cidade da Beira, o Movimento Democrático de Moçambique aprovou o perfil dos candidatos a deputados da assembleia da república e governadores

“O conselho nacional aprovou o perfil dos candidatos a deputados da Assembleia da República, a membros da assembleia provinciais e perfil dos candidatos a governadores e ficaram orientações as delegações políticas provinciais para produzirem as listas para eleição dos candidatos que a Comissão Política após a avaliação vai validar e depois serão apresentados os cabeças de listas para governadores provinciais. O partido sai mais coeso, mais unido, o presidente Carige que tinha o apoio de algumas bases do partido não predispôs-se em concorrer com alegações que neste momento deve-se dedicar exclusivamente o compromisso com os munícipes que lhes confiaram para conduzir”, disse Ismael Nhacucue, porta-voz do MDM.

Facebook Comments