Eleições Gerais-2024: Lutero Simango prevê mais um cenário de violência

DESTAQUE POLÍTICA

O presidente do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Lutero Simango, prevê uma possível violência nos processos eleitorais pelo facto dos mesmos fintarem o slogan da Comissão Nacional de Eleições, ou seja, não são livres, justas e transparentes.

Historicamente, em Moçambique, as eleições sempre foram caracterizadas por inúmeras irregularidades (antes, durante e depois). No dia 09 de Outubro do ano em curso, os moçambicanos serão chamados as urnas para escolher o sucessor de Filipe Nyusi na Ponta Vermelha.

O presidente do Movimento Democrático de Moçambique, apoiando-se na manipulação dos resultados, não tem dúvidas de que as eleições gerais de Outeiro próximo serão violentas.

“No dia 09 de Outubro, só há dois caminhos possíveis, o caminho da continuidade que o povo já não quer. O povo deseja mudanças, isto, obviamente, vai criar uma situação difícil de gerir e isso pode desaguar para uma violência após eleitoral” disse Lutero Simango, citado pela RFI, durante a sua estada em Franca.

Aliás, Lutero Simango referiu que “todo povo moçambicano está totalmente saturado do regime e também há uma vontade popular para que haja mudanças”

Refira-se que a União Europeia, através da da Comissária de Parcerias Internacionais, Jutta Urpilainen, apelou, recentemente, renovou o apelo de eleições livres justas, transparentes e ,sobretudo, pela valorização dos direitos humanos. (Elisio Nuvunga)

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *