Site icon

Moçambique recebe um milhão de dólares para combater a malária no contexto do ciclone Freddy

O Fundo Global disponibilizou, na terça – feira, 16 de Maio, um milhão de dólares para a apoiar Moçambique no combate à malária no contexto do impacto do ciclone Freddy, sendo que nos próximos três anos a mesma organização vai desembolsar cerca de 770 milhões de dólares para ajudar o país a combater o HIV/Sida, a tuberculose e a malária.

De acordo com o director-executivo do Fundo Global, Peter Sands, o valor está imediatamente disponível com vista a mitigar o impacto da malária provocada por águas estagnadas que ainda existem nas províncias afectadas pelo ciclone Freddy, com destaque para a província da Zambézia.

Aliás, Sands Sands explicou que esta alocação é extraordinária, uma vez que o país dispõe desde 2021 até ao corrente ano de 744 milhões de dólares para combater a malária, HIV/SIDA e tuberculose, tendo ainda avançado que nos próximos três anos o Fundo Global vai disponibilizar 770 milhões para as três doenças.

“O Fundo Global dá alocações por país numa base trienal; o próximo triénio começa no dia 01 de Janeiro de 2024 e a alocação para Moçambique será de USD 770 milhões. Na realidade, nós daremos mais do que isso”, referiu a fonte.

Por outro lado, director-executivo do Fundo Global descartou o facto de Moçambique ter registado uma redução de 34 ou 35% nos casos de tuberculose e 50% ao nível da malária.

Exit mobile version