Tempestade tropical “ANA” já matou 18 pessoas em Moçambique

DESTAQUE SOCIEDADE

A tempestade tropical ANA deixou um rasto de destruição sem precedentes nas zonas centro e norte de Moçambique. De acordo com os dados tornados públicos pelo Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD), nesta quinta-feira, 27 de Janeiro, subiu para 18 o numero de mortos provocados pela depressa tropical.

Os dados preliminares tornados públicos na quarta-feira, 26 de Janeiro, davam conta da morte de oito pessoas, mas o número tende a crescer. Nesta quinta-feira (27), o INGD avançou que o número de mortos provocados pela passagem da tempestade tropical “Ana” subiu para 18.

Ainda de acordo com dados preliminares do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres, a depressão tropical destruir 2 756 casas, 12 unidades sanitárias e mais de 100 salas de aulas.

Para minimizar o sofrimento da população das zonas fustigadas pela passagem da tempestade tropical “ANA”, o INGD criou oito centros de acomodação na província de Zambézia e dois na província de Tete.

Apesar de ter deixado um rasto de destruição sem precedentes, a tempestade tropical já não constitui ameaça para as províncias de Tete, Nampula e Zambézia. Entretanto, para a assegurar a retoma da transitabilidade, técnicos do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres encontram-se no terreno para avaliar as condições para a instalação de pontes metálicas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.