Site icon

Roubo de rubis avaliados em 128 milhões de meticais leva um funcionário da Montepuez Ruby Mining às celas

Um funcionário da Montepuez Ruby Mining encontra-se sob custódia policial no distrito de Montepuez, província de Cabo Delgado, depois de ter sido flagrado pelas câmeras da Casa da Sorte, local onde se faz a separação e escolha de rubis encontrados na mina, sentado sobre quatro pedras preciosas avaliadas em 128 milhões de meticais. Para além dos funcionários que está a ver o sol aos quadradinhos 20 funcionários foram despedidos por estarem ligados ao esquema do roubo dos rubis.

Texto: Redacção/Rádio Zumbo FM Notícias

De acordo com a Rádio Zumbo FM Notícias, o facto aconteceu na terceira semana de Abril do corrente ano, sendo que depois das câmeras flagrarem o funcionário ora detido sentado sobre quatro pedras precisiosas mais 20 funcionários foram interrogados e submetidos a um teste através da máquina de polígrafo, um instrumento usado para detectar mentiras.

Depois do interrogatório, a direcção da Montepuez Ruby Mining, acreditando que o esquema é antigo, decidiu despedir e indemnizar os 20 funcionários, por sinal todos de nacionalidade moçambicana, que faziam parte do suposto esquema do roubo de rubis.

Os dois últimos funcionários, ainda de acordo com Rádio Zumbo FM Notícias, receberam os seus cheques de indemnização no dia 02 de Maio em curso.

Refira-se que no pretérito mês de Março cerca de 400 trabalhadores paralisaram as acividades para reivindicar aumento salarial, melhores condições de trabalho e assistência medica medicamentosa.

Exit mobile version