Filipe Nyusi dirige-se hoje a nação e os seus patrões pedem esclarecimentos sobre Cabo Delgado

DESTAQUE POLÍTICA

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, profere pelas 19:30 de hoje, segunda-feira, 05 de Abril, em Maputo, uma Comunicação à Nação, no âmbito da situação de Calamidade Pública.

O comunicado de imprensa emitido pela Presidência da República refere que, a comunicação do chefe do Estado é feita no contexto da Situação de Calamidade Pública provocada pela Covid-19, enquanto Cabo Delgado vive umas das piores crises humanitárias da sua história.

Nyusi vai se dirigir a nação num momento em que o país observa uma curva descendente dos números de infecções e óbitos, contudo, os internautas que reagiram ao comunicado do Chefe do Estado nas redes sociais pedem que se pronunciem sobre os recentes ataques dos insurgentes na vila de Palma.

“gostaria que trouxesse uma informação clara e objetiva sobre o ponto da situação dos ataques na vila de palma, uma vez que há dezenas de milhares da população que se encontram nas matas e outros no centro de Afungi a espera de sua evacuação para zonas seguras, no meu ver estes dois inimigos(covid19 e ataques) tem o mesmo objectivo que é dizimar as vidas não só do povo, mas do país em geral e porque os dois alvos são muitos interdependente digo eu que não adiantaria em nada ter que continuar se concentrar em decretar leis quando na verdade não há povo para os cumprir, espero a comunicação ansiosamente”, escreveu Edmilson Santos

Leocáldio Zacarias, por sua vez, lançou duras críticas para Filipe Nyusi por estar mais preocupado com a pandemia do novo coronavírus que a população que sofre na província de Cabo Delgado.

“É muito triste ver isso, nosso presidente só fala do Covid-19, e nós aqui em Cabo Delgado será que ninguém do governo fala sobre assunto, ninguém arranja mecanismos para nos ajudar aqui… São muitas mortes que nem o Covid-19 fez os actos macabros desses homens não são vistos pelos nossos políticos e dirigentes, têm muita razão, não são eles que têm que abandonar os seus tetos e sem a família completa… Sem saber onde está o seu filho de cinco anos de idade ou carregar aquela imagem de ver nossos pais a serem mutilados feito animais”, desabafou Zacarias.

Se por um lado, alguns internautas pedem ao Presidente da República para reabrir as igrejas, por outro, pedem para que o recolher obrigatório na zona Metropolitana do Grande seja alargado para as 23 horas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *