TSU aprovada por generalidade e especialidade na Assembleia da República

DESTAQUE ECONOMIA

Os deputados dos três partidos com assentos na Assembleia da República aprovaram, nesta sexta-feira, 07 de Outubro, no segundo dia da VI Sessão Ordinária da IX Legislatura, na generalidade e especialidade a a Tabela Salarial Única. Depois da aprovação da Assembleia da República, para entrar em vigor apenas aguarda pelo “sim” do Conselho de Ministros.

Recentemente, o ministro da Economia e Finanças, Max Tonela, garantiu que assegurou que o Executivo atendeu todas as preocupações que foram levantadas pelos funcionários públicos, tendo igualmente avançado que a Tabela Salarial Única aguardava apenas pelo parecer favorável da Assembleia da República.

Durante a VI Sessão Ordinária da IX Legislatura, Tonela apresentou a proposta da TSU com as incongruências detectadas em Julho e houve unanimidade no seio das comissões, uma vez que as mesmas responderam positivamente sem necessidade de se recorrer ao habitual cartão de voto.

Depois da apreciação por generalidade, faltava apenas a apreciação por especialidades. Depois de sucessivos adiamentos que culminaram com mais três horas de espera, as comissões concluíram o relatório e apontaram que a Tabela Salarial Única, tal como na generalidade, reuniu consenso no seio dos parlamentares na votação por especialidade.

Depois da aprovação dos três partidos com assentos na Assembleia da República, a Tabela Salarial Única, um instrumento a muito aguardado pelos Servidores Públicos, Titulares ou Membros de Órgãos Públicos e Titulares e Membros dos Órgãos da Administração da Justiça, apenas aguarda pelo “sim” do Conselho de Ministros para entrar em vigor ainda no corrente mês de Outubro.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *