Tropas sul – africanas permanecem no TON até final do ano

DESTAQUE POLÍTICA SOCIEDADE

Já é um dado adquirido de que a retirada dos Soldados da Missão Militar da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique (SAMIM) termina em Julho do corrente ano. No entanto, ao contrário das outras nações da SADC, as tropas sul – africanas permanecerão no Teatro Operacional Norte até o dia 31 de Dezembro de 2024.

O facto foi tornado público pelo Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, através de uma carta dirigida ao Parlamento, referindo que a extensão missão “operação Vikela” vai custar cerca de 47,8 milhões de euros, sendo que a mesma entrou em vigor no passado dia 16 do corrente mês de Abril.

Ramaphosa, que explicou que esta extensão visa cumprir as obrigações internacionais da África do Sul perante a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) no combate ao terrorismo na região, revelou, por outro lado, que 1.495 militares sul – africanos vão continuar na província de Cabo Delgado a auxiliarem as Forças de Defesa e Segurança no combate os grupos armados.

De referir que os soldados do Botswana e Lesotho já abandonaram o Teatro Operacional Norte no âmbito do processo da retirada da missão da SAMIM que termina em Julho do ano em curso.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *