MIREME anuncia as oito empresas que concorrem para desenvolver Mphanda Nkuwa

DESTAQUE ECONOMIA

O Ministério de Recursos Minerais e Energia (MIREME), através do Gabinete de Implementação do Projecto Hidroelétrico Mphanda Nkuwa, anunciou esta quarta-feira (20) o encerramento do prazo para submissão de documentos de pré-qualificação para selecção do parceiro estratégico do projecto hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa e, segue agora, a fase de avaliação das propostas.

O concurso foi lançado em Dezembro do ano passado e 34 empresas nacionais e internacionais adquiriram o Caderno de Encargos de Pré-qualificação (RFQ), mas apenas oito empresas, provenientes de países como Maurícias, China, Itália, Noruega, Japão e França, submeteram os documentos, ou seja, a Declaração de Qualificação para a fase de pré-qualificação.

O prazo para a submissão da Declaração de Qualificação foi prorrogado de 28 de Fevereiro de 2022 para 18 de Abril de 2022, devido a múltiplos pedidos dos concorrentes.

Actualmente, de acordo com o comunicado de GIPHMN, decorre a avaliação das Declarações de Qualificação (SOQ) por um comité de avaliação, composto pelo Ministério dos Recursos Minerais e Energia, Ministério da Economia e Finanças, Ministério da Terra e Ambiente, Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Banco de Moçambique, Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), Electricidade de Moçambique (EDM) e o Gabinete de Implementação do Projecto Hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa.

Após a conclusão do processo de Pré-qualificação, será lançado o processo de Qualificação (RFP) que culminará com a submissão de Propostas de desenvolvimento do projecto Hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa dos candidatos pré-qualificados.

A assinatura do acordo de desenvolvimento e implementação do projecto será assinado entre a EDM e a HCB, que representam o sector público e o parceiro estratégico seleccionado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.