FMI aprova ajuda de 470 milhões de dólares a Moçambique

DESTAQUE ECONOMIA POLÍTICA

O Conselho de Administração do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou uma ajuda na ordem dos 470 milhões de dólares a Moçambique. Este facto foi tornado publico, na segunda-feira, 09 de Maio, pelo ministro da Economia e Finanças, Max Tonela, e pelo representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) no país.

Na qualidade de representante do Governo moçambicano, Max Tonela, destacou que “a decisão tomada pelo Conselho de Administração do FMI representa um marco importante nas relações de Moçambique com o mercado financeiro internacional, sinalizando boas perspectivas para nosso processo de desenvolvimento. Este é o início de uma nova fase rumo a retoma do crescimento sustentável da nossa economia”

Por sua vez, o representante do Fundo Monetário Internacional em Moçambique, Alexis Mayer-Cirkel, declarou que o pacote de financiamento aprovado pelo Conselho de Administração do FMI pretende apoiar um conjunto de reformas do Governo tendo no horizonte a recuperação económica.

“Este programa de auxílio financeiro ajuda na recuperação no sentido de facilitar e criar espaço para que o orçamento consiga manter-se face a pressões fiscais, derivadas dos vários choques que todos nós estamos vivendo no mundo”, disse Mayer-Cirkel.

Importa referir que o FMI volta a poiar Moçambique depois de seis de interregno, uma vez que decidiu fechar as torneiras quando foi despoletado o escândalo das dividas ocultas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.