Moçambicanos detidos por pratica de mineração ilegal na África do Sul

DESTAQUE SOCIEDADE

De acordo com a Polícia sul – africana, 13 moçambicanos foram detidos, recentemente, por alegada mineração ilegal, sendo que no acto da detenção os mesmos não estavam na posse de documentos.

Texto: Esneta Marrove

Na operação levada a cabo pelas autoridades da lei em ordem na cidade sul – africana de Gauteng foram detidos 23 indivíduos por prática de mineração ilegal, dos quais seis moçambicanos, 14 zimbabweanos e dois malawianos e um sul – africanos.

No acto da detenção, nas localidades de Hartbeespoortdam e Rustenburg, os indivíduos que se encontram a ver o sol aos quadradinhos estava na posse de explosivos que presume-se que seriam usados no decurso da suas actividades.

De acordo com o porta – voz da polícia sul – africana, para o sucesso da operação foi imprescindível a intervenção de diversas unidades operacionais da polícia, departamentos governamentais e militares da Força Nacional de Defesa Sul-Africana (SANDF) no âmbito do combate à mineração ilegal em várias províncias do país, que é um dos maiores produtores mundiais de ouro, platina e diamantes.

Em Mpumalanga, província que faz fronteira com Moçambique, as forças de defesa sul-africanas prenderam 15 pessoas, com idades entre os 18 e 51 anos, além de várias quantidades de equipamento ao desmantelarem uma rede clandestina de mineração de ouro que operava numa fazenda agrícola situada nos arredores da cidade de Nelspruit. “Entre os suspeitos detidos, há sete moçambicanos”, porta-voz da polícia de Mpumalanga, Donald Mdhluli, citado pela Lusa.

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *