Moçambique registou redução de casos de tráfico de crianças no primeiro semestre de 2024

DESTAQUE SOCIEDADE

Nos primeiros seis do ano em curso, de acordo com Márcia Pinto, magistrada do Ministério Público que coordena o Gabinete de Combate contra o Tráfico de Crianças, foram registados quatro casos suspeitos de tráfico de crianças, por sinal menos quatro em comparação com o igual período do ano passado.

Durante a reunião de reflexão entre Moçambique e África do Sul sobre a situação do tráfico de crianças e migração ilegal, que teve lugar na capital moçambicana, Maputo, Márcia Pinto mostrou-se feliz com a redução de casos de tráfico de crianças, mas reconheceu que os números nem sempre espelham o que acontece no terreno.

“Em termos de dados, gostaríamos de dizer que, no ano de 2022, nós tivemos três casos, enquanto em 2023 registamos sete casos.  Neste momento, temos quatro casos suspeitos ainda em processo de investigação.  Gostaríamos de dizer, também, que nem sempre os números espelham a realidade no terreno”, disse Pinto

Apesar da redução de casos de tráfico de crianças, a magistrada do Ministério Público referiu que ainda há aspectos para melhorar na protecção da criança, daí que foi estabelecido um memorando de entendimento com a África do Sul para melhor proteger os petizes desta prática criminal.

“Temos ainda aspectos a melhorar, daí que estamos, neste momento, a preparar um memorando de entendimento entre Moçambique e África do Sul para melhorar estes aspectos e não só. Temos também um manual de procedimentos”, explicou.

Refira-se que o grosso das crianças traficadas em Moçambique tem a África do Sul como destino, onde são submetidos a trabalho infantil, prostituição e extração de órgãos

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *