Estudantes exigem redução das tarifas das telecomunicações

DESTAQUE SOCIEDADE

Os estudantes, encabeçados União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Associação dos Estudantes Finalistas Universitários de Moçambique (AEFUM), submeteram, nesta quarta-feira, 07 de Maio, um documento exigindo que Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM) reveja em baixa as taxas que entraram em vigor no dia 04 do mês em curso, alegando que as mesmas são prejudiciais ao processo de ensino e aprendizagem.

Na última semana, com pompa e circunstância, o Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM) anunciou a revisão das tarifas em baixa. No entanto, ao invés da propalada redução, os moçambicanos foram brindados com o incremento de tarifas nos serviços de voz, dados e SMS nas três operadoras de telefonia móvel.

Como forma de mostrar o seu desagrado com as novas taxas nas três operadoras de telefonia móvel, os estudantes submeteram uma carata ao INC exigindo a revisão em baixa das tarifas.

“Nós os estudantes sentimos que as tarifas subiram a ordem dos 150% afectam-nos directamente, falamos desde o ensino elementar até ao nível superior, neste documento exigimos que sejam revistas o preço da internet e credito para o nosso grupo alvo em função do decreto que o INCM publicou e as operadoras implementaram” disse Nélio Zunguza, coordenador geral da AEFUM.

Segundo Zunguza, o preço das novas tarifas coloca em causa o desempenho e pesquisa dos estudantes. ”Nós entendemos que a pesquisa fica ameaçada com os novos preços e podemos ficar numa situação mais complicada que a anterior pois entes tínhamos desafios para adquirirmos recargas, com esta situação fica complicado não só para nós como também para os nossos pais e encarregados de educação”.

Para além do INCM, a UNE e a AEFUM submeteram o documento para que outras entidades, nomeadamente, Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, Secretaria de Estado da Juventude e Emprego, Ministério dos Transportes e Comunicação, visando pressionar o regulador a rever em baixa as tarifas das telecomunicações. (Esneta Marrove)

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *